Jornal do Commercio
Notícia
De olho na eleição

FBC diz que está tentando 'animar' Raul Henry para ser candidato no Recife

O emedebista projeta pelo menos 100 candidaturas a prefeito em Pernambuco do MDB e DEM. No Recife, quer lançar Raul Henry candidato

Publicado em 13/12/2019, às 17h16

"A disposição para jogar 2020 é justamente dar musculatura à oposição",disse Fernando
Foto: Divulgação
Luisa Farias

Uma das lideranças do campo de oposição ao governador Paulo Câmara (PSB), o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) projeta ao menos 100 candidaturas oposicionistas nas eleições municipais de 2020, somando-se os candidatos a prefeito do MDB, presidido pelo deputado federal Raul Henry (MDB) - do qual e do DEM, que tem como presidente estadual o ex-ministro Mendonça Filho (DEM). Sobre Raul, inclusive, o emedebista disse que está tentando estimulá-lo a concorrer à sucessão do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB). 

>> 'O que salvou Pernambuco neste ano foi o governo federal', diz Fernando Bezerra

"Só no MDB na aliança que fizemos com Jarbas, com Raul, nós já temos hoje 70 candidaturas a prefeitos em todas as regiões do Estado. Estamos procurando estimular, animar Raul para também se apresentar como candidato a prefeito do Recife. Fernando (Filho, deputado federal) junto com Mendonça no DEM já tem umas 15 candidaturas, então nós vamos disputar seguramente em pelo menos 100 prefeituras em todo o Estado", afirmou Fernando, durante café da manhã com jornalistas na manhã desta sexta-feira (13) no Recife. Ele também lembrou de outras lideranças da oposição, a exemplo do presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, o prefeito de Jaboatão e presidente estadual do PL, Anderson Ferreira.

Para FBC, as atenções nas eleições municipais estarão voltadas para a capital, Recife, municípios da Região Metropolitana, como Olinda e Jaboatão dos Guararapes e polos regionais como Caruaru e Petrolina, essas três últimas administradas atualmente por prefeitos de oposição. "É onde as atenções vão se concentrar e é onde o jogo vai ser jogado. Eu acho que é prematuro falar sobre 2022. Nós temos de jogar 2020 e a disposição para jogar 2020 é justamente dar musculatura à oposição", argumentou Fernando.

O prefeito de Olinda, Professor Lupércio (SD), deve buscar a reeleição em 2020. Ele integra um dos partidos da Frente Popular, liderada pelo PSB, mas nas eleições de 2018 apoiou os candidatos ao senado Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho, que acabaram perdendo para os senadores eleitos Humberto Costa (PT) e Jarbas Vasconcelos (MDB). Sobre Olinda, Fernando afirmou que a oposição fará uma avaliação da estratégia em meados do mês de março. "São múltiplas candidaturas que estão sendo colocadas lá", disse. Questionado sobre a possibilidade de apoiar Lupércio, ele disse que é preciso aguardar. "Porque Lupércio emite sinais que está trabalhando para ter apoio do PSB", revelou. 



"A oposição saiu fragilizada da eleição de 2018 do ponto de vista da sua representação na Assembleia, na Câmara dos Deputados, do número de prefeitos que integram a oposição. Mas eu sinto que pela situação que a gente está constatando, das avaliações administrativas do governador, do prefeito da capital, dos erros e de certa paralisia do desenvolvimento em Pernambuco", completou Fernando. Na época das eleições de 2018, a Frente Popular contabilizava cerca de 70 prefeitos aliados. 

Governo Federal

Fernando também fez críticas ao fato do governo de Pernambuco não estar em condições de contrair empréstimos com a União por ter classificação de risco "C" em relação à capacidade de pagamento (Capag), de acordo com o Tesouro Nacional. Ele também atribuiu ao governo do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) a maior parte dos investimentos feitos no Estado neste ano. No Estado, ele é uma das lideranças do grupo de oposição ao governador Paulo Câmara (PSB). 

"Essa semana foi aprovado um empréstimo para o Ceará de R$ 1 bilhão e Pernambuco não tem condições de tomar empréstimo. Você vai comparar os investimentos de Pernambuco com o Ceará e com o da Bahia, desses últimos cinco anos, é ridículo, e o que salvou Pernambuco esse ano foram os investimentos do governo federal. O governo federal vai investir mais do que o governo do Estado", afirmou o senador, citando as obras do Ramal do Agreste. 




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM