Jornal do Commercio
Notícia
ELEIÇÕES 2020

‘Candidatas’ de Lula e Moro no Recife devem disputar segundo turno, diz deputado

O deputado de oposição acredita que o segundo turno no Recife poderá ser disputado por duas mulheres

Publicado em 05/02/2020, às 12h18

O deputado Wanderson Florêncio disse estar fechado com a delegada Patrícia Domingos / Foto: Wesley D'Almeida
O deputado Wanderson Florêncio disse estar fechado com a delegada Patrícia Domingos
Foto: Wesley D'Almeida
Cássio Oliveira

O deputado estadual Wanderson Florêncio (PSC), integrante da bancada de oposição da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), acredita a delegada Patrícia Domingos, caso dispute a Prefeitura do Recife, poderia chegar a um segundo turno. E ele ainda se arrisca a palpitar que seria contra a deputada federal Marília Arraes (PT). Na visão do deputado, cada uma terá nomes de peso como cabos eleitorais. "Se a do PT trouxer Lula, a gente vai trazer o Moro", afirmou aos risos o parlamentar em entrevista à Rádio Folha, nessa terça-feira (4).

No último fim de semana, Florêncio e seu irmão Weberson Florêncio, que é o presidente municipal do Podemos na capital, receberam a delegada durante o bloco do Seu Tuba, em Setúbal, na Zona Sul do Recife. Na ocasião, o deputado fez questão de afirmar que ''está fechado'' com a delegada. “É uma amiga corajosa. Eu percebo que o coração dela está batendo forte para dedicar sua vida à cidade do Recife. Eu e minha família estamos fechados com a delegada Patrícia Domingos”, afirmou Wanderson Florêncio.

Veja também: Por que Bolsonaro não pode ser ignorado no Nordeste?

Veja também: Mendonça Filho é favorito dos Bolsonaristas para eleições 2020 no Recife

Já a delegada explicou que mora em Setúbal e que só foi a um bloco no seu bairro. "Como ele me conhece, me chamou no palco, somente isso. Fico feliz com o incentivo e apoio de Wanderson e Weberson, mas ainda não decidi nada sobre candidatura ou filiação", afirmou Patrícia.

Na entrevista à Rádio Folha, Wanderson disse que o grupo de oposição no Recife precisa dialogar com pessoas fora da política. "Não temos de conversar apenas com políticos, temos de falar com a sociedade e observamos que a sociedade quer um fato novo, o vento sopra para uma liderança política renovada. Creio que temos quadros excelentes, mas o sentimento é de renovação e no meu entender, acho que Patrícia Domingos está pronta para ser o nome da oposição. Sentimos que ela é o nome do momento, tem história biografia, competente", ressaltou.

O deputado não perdeu a oportunidade de alfinetar a gestão de Geraldo Julio (PSB). "O Centro do Recife e o centro comercial estão abandonados, as pessoas não vão mais ao centro fazer suas compras pela fedentina, pela escuridão e são temas que iremos debater na campanha. Sentimos que a sociedade não quer a continuidade de PT e PSB. Você não vê política para melhorar o trânsito, só para penalizar a população com a indústria da multa. Temos o Geraldão para ser inaugurado, não se fala uma linha do Aeroclube, talvez a gestão do PT e PSB tenha cansado, é uma acomodação", afirmou.

Álvaro Dias

Mesmo sem se colocar como candidata, Patrícia já fez críticas à gestão do PSB e tem as portas do partido Podemos abertas, caso queira disputar. Em entrevista ao Blog de Jamildo, nesta quarta-feira (5), o senador Álvaro Dias, principal nome do partido à nível nacional, afirmou que considera o partido o “melhor lugar” para a delegada fazer política.

Segundo o Blog de Jamildo, Patrícia está em Brasília acompanhada do deputado federal e presidente estadual do Podemos, Ricardo Teobaldo, com quem já havia fechado acordo para ingressar no partido. “Tenho as melhores referências sobre Patrícia Domingos. Por isso, fico muito feliz com o eventual ingresso dela no partido”, disse Álvaro. “A prioridade do nosso partido é o combate à corrupção e para entrar no Podemos tem que ter ficha limpa. Temos a defesa da ética na política”, completou.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM