Jornal do Commercio
CAMPEONATO

Aplicativo Recife Saúde vence o torneio Hacker Cidadão

Ao mesclar mobilidade urbana com saúde, Ítalo Araújo e Helmut Kemper criaram ferramenta que facilita busca por hospitais, postos públicos e privados

Publicado em 20/07/2013, às 23h03

Ítalo Araújo (c) criou solução que apresenta unidades de saúde públicas e privadas com base na geolocalização / Igo Bione/JC Imagem
Ítalo Araújo (c) criou solução que apresenta unidades de saúde públicas e privadas com base na geolocalização
Igo Bione/JC Imagem
Cinthya Leite

A mistura de mobilidade urbana com saúde numa foi tão certeira e inspirou o designer Ítalo Araújo, 24 anos, e o programador Helmut Kemper, 38, a desenvolverem o aplicativo Recife Saúde, que venceu o torneio Hacker Cidadão, que estimulou a produção de projetos, durante a Campus Party Recife, baseados no portal Dados Abertos, da Prefeitura do Recife.

Três bases de dados disponibilizadas pela Secretaria de Saúde do Recife levaram a dupla de campuseiros a criarem o app, que oferece ferramentas capazes de facilitar a busca do usuário por hospitais e postos de saúde na capital pernambucana. Eles concorreram com outros 56 projetos. Destes, segundo a organização do campeonato, apenas 27 se transformaram realmente em soluções focadas na melhoria dos serviços oferecidos à sociedade.

"O nosso produto apresenta as unidades de saúde públicas e privadas com base na geolocalização. Ou seja, ao acionar o aplicativo, a pessoa encontra os hospitais e as unidades de saúde que estão mais próximos dela", disse Ítalo. Outra possibilidade, oferecida pela plataforma, é fazer a busca de acordo com o bairro ou a especialidade médica (ortopedia, trauma e clínica geral, por exemplo).



O mais interessante é que, ao identificar o posto de saúde ou o hospital, a solução sugere a linha de ônibus que o usuário deve usar para chegar ao local desejado. "Também são informados o preço da passagem, o tempo do trajeto e as distâncias percorridas entre as paradas de ônibus", frisou Helmut. 

E a dupla de campuseiros criou tudo num tempo curtíssimo: Ítalo começou a se debruçar nos dados disponibilizados pela Prefeitura do Recife quando a Campus Party Recife deu a largada, na quinta-feira (18). O desafio de Helmut, talvez, tenha sido maior. Ele só recebeu a tarefa para programar tudo ontem (19), às 8h. "Não consegui grudar os olhos, mas valeu a pena", diz.

Para Ítalo Araújo, pensar numa solução para melhorar o acesso aos serviços de saúde através de um plano de mobilidade foi muito importante. "Sei que a gente se empenhou muito para ficar entre os três primeiros lugares. Vencer o torneio, então, é uma imensa alegria. Esperamos que a população tire bastante proveito do aplicativo", finaliza o designer. 





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM