Jornal do Commercio
formas

Mostra revela a beleza da matemática

Univs e casts: emanações isométricas-artístico-matemáticas da sétima dimensão está em cartaz no CIn até novembro

Publicado em 03/10/2013, às 07h00

Exposição visa desvendar todas as possibilidades de formas do universo / Divulgação
Exposição visa desvendar todas as possibilidades de formas do universo
Divulgação
Gabriela Viana

Apaixonado pela matemática, o professor do Centro de Informática (CIn) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Sóstenes Lins resolveu expressar esse sentimento pela ciência exata em forma de exposição. Chamada Univs e casts: emanações isométricas-artístico-matemáticas da sétima dimensão está em cartaz no CIn até o dia 30 de novembro. O trabalho pode ser visto das 9h às 21h.

Fruto de uma pesquisa sobre universo 3D, concluída em 1989, Sóstenes matematizou faces geométricas do espaço que, juntas, fazem um desenho de um todo. “Mas não pense que com isso chegamos a um desenho específico. O estudo consiste em desvendar todas as possibilidades de formas do univs (abreviação para universo)”, explica o professor.

Essas faces, as quais Sóstenes se refere, são denominadas casts. Elas agem como moldes que, ligados por arestas, formam bolas assimétricas. “Uma face é como uma célula tridimensional. Nós humanos temos células. E o universo também é assim. Dessas células criamos, por exemplo, uma bola. E o universo é formado pela junção de quatro bolas tridimensionais”, revela o especialista.



Mas, para conseguir visualizar essa colagem das faces, só é possível em 7D. “Todo universo tridimensional pode ser definido por tetraedros (pirâmide tridimensional). Para isso, o encaixe é feito de forma irregular. Para dobrá-los sem mudar a área das faces (isometria), temos que fazer em 7D, que é uma ideia abstrata”, diz o professor. Ele ressalta que, apesar do 3D representar a realidade, é muito pequeno para suportar a colagem.

Para Sóstenes, a exposição é algo completamente original e inédito. “São formas visualmente chocantes, mas agradáveis aos olhos. As curvas que os univs apresentam provocam um estranhamento pra a intuição espacial das pessoas. Mas até agora, ninguém achou feio. Só ficam procurando uma simetria que não existe”, completa o autor.

A produção das montagens que transformam matemática em arte levou aproximadamente três meses para ser concluída. A exposição está localizada no corredor ao lado da Biblioteca do Centro de Ciências Exatas e da Natureza (Ccen) da UFPE. Mais informações: 2126-8430. 


Galeria de imagens

Legenda
Anteriores
Próximas





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM