Jornal do Commercio
Redes Sociais

Receba as notícias do SJCC em seu WhatsApp

Para se inscrever, é simples. Basta adicionar o número (81) 98290.2305 aos contatos e preencher o formulário abaixo

Publicado em 29/08/2017, às 09h55

Todo o material é produzido pelos repórteres dos veículos e blogs do SJCC. / Arte: Vladimir Barros/SJCC
Todo o material é produzido pelos repórteres dos veículos e blogs do SJCC.
Arte: Vladimir Barros/SJCC
JC Online

Quer receber notícias de forma ainda mais fácil pelo seu WhatsApp? Então é só se cadastrar para receber o boletim do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, com informações do JC, NE10, TV Jornal e Rádio Jornal sobre o que acontece em Pernambuco, no Brasil e no mundo.

Para se inscrever, é simples. Basta adicionar o número (81) 98290.2305 à sua lista de contatos e preencher o formulário de cadastro abaixo, informando nome, DDD e número do seu telefone. Simples, não é? Com 48 horas após a realização desse procedimento, você já começa a receber os boletins, de segunda a sexta, às 9h, 13h e 20h, além dos envios extras com notícias de urgência.



Integração

O conteúdo compartilhado varia entre reportagens sobre política, cultura, esportes, cidades e internacional. Todo o material é produzido pelos repórteres dos veículos e blogs do SJCC.


Palavras-chave


Comentários

Por Jamisson Lima,22/10/2018

Bom dia! Vcs não tem vergonha na cara em publicar uma foto fake logo na capa! Vcs colocaram uma foto do carnaval de Olinda se passando por manifestação do candidato Haddad. Tenham vergonha e publiquem fotos das verdadeiras manifestações, pois assim fica feio e humilhante para vcs.

Por Sandro TEINO,18/09/2018

Como devo fazer para me cadastrar!!! Pois moro na França, e o formulario nao da abertura para celulares extrangeiro. Que pena. Se puder me contactar por mail, agradeço.

Por Geovane Andradrade,11/09/2018

Parabéns pela iniciativa de deixar as pessoas informadas sem ter que desembolsar dinheiro imediato.

Por padre,09/09/2018

parabens pelas materias

Por Emerson Guedes,30/08/2018

Rádio Jornal, Geraldo Freire, hoje ouvi duas notícias que me deixaram indignado. Uma, que os presidiários recebem um auxílio reclusão, cujo valor é maior do que o valor de aposentadoria de milhares de brasileiros. Minha opinião é que bandido não tem direito a nada, muito menos a um "salário", pago pelos impostos usurpados de mim e também do próprio agredido por esse bandido. O governo ainda fala que não há dinheiro para um monte de coisas. Quem criou esse benefício deveria ser preso e nunca mais eleito para cargo nenhum. A outra notícia, vocês comentaram no programa de hoje, quando defendiam os míseros salários de apresentadores da TV brasileira, em especial a TV Globo. Por mais que tragam receita para sua empresa, é inadmissível qualquer pessoa ganhe 2 ou 3 milhões de reais, por mês, neste país. Basta compararmos à remuneração de todos os brasileiros, ou ainda, aos grandes executivos/empresários do país, que produzem muito mais e geram muitos empregos, e não ganham nem perto disso. Ponham a mão na consciência e avaliem estes dois casos. Creio que o povão, maioria de seus ouvintes, pensa como eu. Obrigado.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM