Jornal do Commercio
denúncia

Ocupação irregular na orla de Olinda

Cadeiras e mesas de bares tomam conta do espaço

Publicado em 10/02/2016, às 12h01

Acesso fica restrito a clientes / Evaldo Blera/via comuniQ
Acesso fica restrito a clientes
Evaldo Blera/via comuniQ
Evaldo Blera

Na orla de Olinda, os donos de bares e restaurantes se acham no direito de ocupar o espaço de domínio público. Ocupam os espigões e expulsam as pessoas que ali se encontram.



Palavras-chave


Comentários

Por Lino Santos,12/04/2016

É preciso uma ação urgente da Polícia contra esse pichadores, ninguém aguenta mais esse vandalismo, suja nossa cidade e ninguém faz nada.

Por Lino Santos,12/04/2016

Na rua Ema em Ouro Preto não tem água, os moradores estão apavorados e pede socorro a COMPESA.

Por Sílvio,11/02/2016

Prefeito e vereadores tenham respeito à população de Olinda e aos visitantes. Coloquem em valor de multa alto por cada mesa instaladas nestes locais públicos.

Por Armando Mesquita Filho,11/02/2016

Não podemos esperar outra coisa de um prefeito ausente e se tratando de quem ele é irmão. Os banheiros construídos ao longo da orla, é para uso de barraqueiros ou seja, só tem acesso quem estiver usando as referidas barracas, o cidadão não pode utilizar. E uma administração muita safada.

Por Ricardo,11/02/2016

Se existisse prefeito ou ordem em Olinda, não teria problema se isso fosse regulamentado e quem ocupa espaço público pagasse pela locação. Faz anos que estão ocupando os diques e prefeitura nem dá satisfação do que ta havendo. Tem vereador pra fiscalizar? Parece que não.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM