Jornal do Commercio
CABO DE SANTO AUGUSTINHO

Pastor denunciado por maus tratos em abrigo é preso no Cabo

O pastor Eddy de Jesus, como é conhecido, foi denunciado por nove mulheres e três adolescentes acolhidas pelo abrigo para dependentes químicos

Publicado em 16/01/2019, às 11h39

As mulheres e adolescentes que registraram queixa foram encaminhadas para outros locais fora do abrigo / Foto: Reprodução/TV Jornal
As mulheres e adolescentes que registraram queixa foram encaminhadas para outros locais fora do abrigo
Foto: Reprodução/TV Jornal
JC Online

O pastor Edson Alberto Queiroz da Silva, denunciado por maus tratos por nove mulheres e três adolescentes, foi preso nesta quarta-feira (16). O pastor Eddy de Jesus, como é conhecido, administra uma casa de acolhimento para dependentes químicos no Cabo de Santo Augustinho, Região Metropolitana do Recife.

De acordo com informações da Delegacia do Cabo de Santo Augustinho, o abrigo funcionava sem a autorização necessária. O pastor de 41 anos é acusado de cometer violência física e psicológica contra mulheres e crianças acolhidas pela casa.



O presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do Cabo informou que a atitude de denunciar o homem pelos maus tratos partiu da mãe de uma adolescente acolhida pela casa. Segundo o Conselho Tutelar, as menores de idade foram encaminhadas para outra instituição na cidade e as mulheres para casa de parentes.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM