Jornal do Commercio
FALECIMENTO

Morre em SP, neto de Lula, acometido por quadro infeccioso de meningite

O garoto deu entrada nesta manhã no Hospital Bartira, em Santo André, com febre alta. Apesar dos cuidados médicos, não resistiu

Publicado em 01/03/2019, às 13h20

Com o falecimento do parente, o Judiciário poderá decidir, mais uma vez, se liberará ou não o presidente ao velório do neto / Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Com o falecimento do parente, o Judiciário poderá decidir, mais uma vez, se liberará ou não o presidente ao velório do neto
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
JC Online

Faleceu, no início da tarde desta sexta-feira (1º), Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos, neto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O garoto, diagnosticado com quadro infeccioso de meningite meningocócica, foi socorrido com febre alta, às 7h da manhã para o Hospital Bartira, em Santo André, em São Paulo. Apesar dos cuidados médicos, não resistiu.

Os pais da criança são Marlene Araujo Lula da Silva e Sandro Luis Lula da Silva, filho do ex-presidente e da ex-primeira-dama Marisa Letícia.

Boletim Médico

"O Hospital Bartira informa que o paciente Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos, veio a óbito às 12:11, devido ao agravamento do quadro infeccioso de meningite meningocócica. O paciente havia dado entrada às 07h20 desta manhã com quadro instável".



Decisão do Judiciário

Em janeiro deste ano, a família Lula viveu um episódio como este: a perda de um parente. Quando o irmão de Lula faleceu, o ex-presidente foi impedido, em uma primeira decisão, de assistir ao velório de Genival Lila da Silva, o Vavá. O Poder Judiciário deverá decidir sobre a liberação ou não do petista para a cerimônia de despedida do neto.

Como no acontecimento anterior, para que a medida seja aplicada, os advogados de defesa do petista poderão fazer uso do artigo 120 da Lei de Execução Penal (LEP), que afirma que "os condenados que cumprem pena em regime fechado ou semi aberto e os presos provisórios poderão obter permissão para sair do estabelecimento, mediante escolta, quando ocorrer um dos seguintes fatos: falecimento ou doença grave do cônjuge, companheira, ascendente, descendente ou irmão".





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Sozinhas nasce uma mãe Sozinhas nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM