Jornal do Commercio
Reconstituição

Caso Aldeia: laudo da investigação sairá em até 30 dias

Reconstituição do crime aconteceu nesta sexta-feira (14) no condomínio onde o corpo do médico Denirson Paes foi encontrado

Publicado em 14/09/2018, às 20h23

Jussara Rodrigues Paes e Danilo Paes participaram nesta sexta-feira (14) da reconstituição / Foto: Reprodução/TV Jornal
Jussara Rodrigues Paes e Danilo Paes participaram nesta sexta-feira (14) da reconstituição
Foto: Reprodução/TV Jornal
JC Online

Foi realizada nesta sexta-feira (14) a reconstituição do assassinato do médico Denirson Paes da Silva, 54, no condomínio em Aldeia onde o médico, a viúva Jussara Rodrigues, 55, e o filho Danilo Paes, 23, moravam. Ao todo, nove peritos participaram da ação que foi coordenada pela Delegada Euricélia Nogueira. O laudo será divulgado pelo Instituto de Criminalística (IC) em até 30 dias.

De acordo com o perito criminal Fernando Benevides, a reconstituição foi realizada em várias etapas para que fossem evidenciados todos os fatos que aconteceram. Danilo, que até então não se tinha certeza da participação, auxiliou os peritos de forma não ativa  nos trabalhos e Jussara participou de forma ativa, sendo levada inclusive aos dois estabelecimentos comerciais onde teria comprado o cimento e a areia utilizados para fechar o poço onde o médico foi encontrado. 

Ainda de acordo com o perito, até o momento não é possível saber se Jussara matou Denirson sozinha. "É precoce falar um aspecto como esse. Pegamos um indivíduo compatível com o médico para tentar fazer o mais equiparado possível. O que posso adiantar é que o trabalho em si foi bastante interessante, conseguimos tirar algumas dúvidas e tentamos fazer relação de coisas que já tínhamos confirmado", disse.



Para o advogado de defesa Alexandre Oliveira, a participação de Danilo Paes no crime é pouco provável. "Não há provas concretas de que ele tenha participado. O que existe são só conclusões tiradas a partir de observações. Quando ele colocou a mão na cabeça ao descobrir que o pai foi encontrado dentro do poço, foi um dos motivos que se levou a achar que ele havia participado. Mas cada pessoa reage de forma diferente, ele colocar a mão na cabeça não significa nada", afirmou. 

Relembre o caso

O cardiologista Denirson Paes da Silva foi encontrado morto em um poço no Condomínio Torquatro Castro, localizado no Km 12, em Aldeia. A esposa do médico Jussara Rodrigues Paes registrou uma ocorrência no dia 20 de junho alegando que o marido havia viajado para fora do país e não tinha retornado. Após desconfiar da participação de Jussara e do filho Danilo Paes no desaparecimento de Denirson, a Polícia Civil solicitou um mandato de busca e apreensão no condomínio, encontrando o corpo em avançado estado de decomposição. 





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM